A história de Dior

A história de Dior

Oi meninas, tudo bem?

Hoje vim fazer um post especial, a pedido da minha irmã linda, a Carol!

 Aqui em casa, as marcas mais admiradas são Chanel e Dior, porque são realmente incríveis, tudo é tão lindo que a gente fica babando.

Os fatos históricos influenciam grandemente no vestuário e assim se dão as revoluções na moda. Nos anos 40, o mundo vivenciava a 2ª Guerra. Com os homens em campo de batalha, as mulheres tiveram que mostrar sua força e assim, começaram a trabalhar e ganhar independência.

Em época de escassez, as roupas eram quase todas iguais, já que não havia variedade de tecidos e nem deveriam haver gastos com alta costura e tudo o mais. Ao fim da guerra em 45, as vestimentas começaram a mudar e é aí que entra o queridinho Dior, que reinou no mundo da moda por cerca de uma década até a sua morte.

Essa é a minha época preferida da história da moda. Nesse tempo, os estilistas queriam fazer com que as mulheres se sentissem femininas novamente, já que na outra década elas tiveram que esquecer de si mesmas e deixar de lado o glamour das vestimentas para ralar e dar conta de tudo dentro de casa. Por isso, as roupas voltaram a ser bem marcadas na cintura e soltinhas em baixo, trazendo traços da Belle Époque.

Aqui surge o New Look de Dior, trazendo de volta toda a elegância digna das mulheres. Perceba a cintura bem marcada, lembrando um corpete e a saia midi volumosa.

Esse tipo de roupa era chamada de Linha Corola, devido à seu formato. Corola é o nome dado à abertura das pétalas de uma flor, daí o nome dado aos vestidos de Dior, que relembravam isto.

Com sua persistência em trazer de volta a essência da moda, Christian Dior ajudou Paris a se restabelecer como capital da moda.

Com o glamour restaurado nas mulheres, Dior lançou novas linhas, como “H”, “A” e “Y”. Em 48 ele já havia conseguido licenças para criar outras peças além de roupas, como bijuterias, meias e perfumes. Em 53, Yves Saint Laurent associou-se à Dior e após a morte dele em 1957, assumiu as rédeas da Casa Dior, que em  1987 foi comprada pelo grupo Louis Vuitton.

Depois de tantos anos da morte de seu criador, a Dior, diferente de muitas outras grifes, mantém a essência da marca e até hoje é uma das mais procuradas e mais vendidas do mercado de luxo.

Vocês gostaram meninas?

Espero que sim!

Beijos ;*

 

Oi meninas, tudo bem? Hoje vim fazer um post especial, a pedido da minha irmã linda, a Carol!  Aqui em casa, as marcas mais admiradas são Chanel e Dior, porque são realmente incríveis, tudo é tão lindo que a gente fica babando. Os fatos históricos influenciam grandemente no vestuário e assim se dão as revoluções na moda. Nos anos 40, o mundo vivenciava a 2ª Guerra. Com os homens em campo de batalha, as mulheres tiveram que mostrar sua força e assim, começaram a trabalhar e ganhar independência. Em época de escassez, as roupas eram quase todas iguais, já que…

Review Overview

User Rating: 4.9 ( 1 votes)
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>